Domingo, 29 de Abril de 2007

Missão Urgente e de Todos


Neste mundo de violência, ódio, droga e racismo, é urgente tentar modificá-lo. É uma tarefa tão árdua quanto nobre, mas também gratificante. E há que começar precisamente pelas crianças: Os Homens do Amanhã. É uma tarefa de todos e muito especialmente da FAMILIA, da ESCOLA e dos ESCRITORES que destinam as suas obras às crianças e aos jovens.


Fernando Cardoso

publicado por fcardoso às 17:10
link do post | comentar | favorito
25 comentários:
De Josefina Maller a 4 de Fevereiro de 2010 às 18:48
Caro amigo, como me congratulo com este seu trabalho. Há pessoas que, como nós, tentamos fazer coisas que elevem as crianças, e damos o nosso melhor, mas nem sempre a sociedade, e as entidades competentes aceitam o que fazemos com amor pelas crianças. Digo isto por experiência própria.
De Lídia Soares a 19 de Março de 2010 às 20:55
O tempo não me tem permitido debruçar-me sobre as suas criações. Porém, em época de violências e de desenraizamento, focalizar as obras em jovens e em crianças é uma uma missão de grande alcance e que revela um património humano considerável. Tenho dois filhos e um neto de 4 anos para além , creio eu, de uma sensibilidade vocacionada para estas matérias.
É um privilégio poder aprender consigo e, por isso, vou dedicar mais tempo aos seus espaços e naturalmente partilhar os meus pontos de vista sobre o que as leituras me sugerirem.
Abraço
De Rodrigo Cruz a 11 de Abril de 2010 às 01:11
Não posso estar mais de acordo com este post . Mas penso ser necessário enaltecer uma pequena particularidade. "Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço" é uma expressão que é muito utilizada pelo povo português e não podia estar mais errada. O Ser Humano tem muito mais tendência em reproduzir aquilo que vê e não o que lhe dizem ou o que ouve. Para ensinar as crianças, tem de ser cada um de nós a dar o exemplo prático de como elas poderão mudar o Mundo. Aprender hoje para pôr em prática amanhã. Outra condição é a massa humana que é necessária para mudar seja o que for Sem massa humana unida nesta tão DIGNA e HONROSA missão, creio que este querer não passará de uma nobre ilusão. Claro que existe esperança e é com ela que queremos viver, mas é preciso ter consciência de quais os requisitos necessários para haver tal mudança. Tem de haver acção e não debate. É engraçado que todos têm sempre algo a dizer, uma opinião a dar, uma posição a tomar, mas esquecem-se de a pôr em prática, de ser HONESTOS e CONGRUENTES. Lá está... "Faz aquilo que eu digo, não faças o que eu faço". Isso nunca resultará sem que o exemplo venha de cima. Eu estou a fazer a minha parte, transmitindo os valores da INTEGRIDADE, CONGRUÊNCIA, VERDADE e HONRA ao meu pequeno filhote. Penso que esta é a base para um Mundo melhor. Neste sentido, é isto que temos de transmitir e acima de tudo DAR O EXEMPLO.
Abraço, Parabéns pelo blog e continue com o BOM TRABALHO.

Rodrigo Cruz
De Sara Revoredo a 17 de Abril de 2010 às 17:21
Precisamente por entender que se deve dar mais atenção às nossas crianças, que são o nosso Amanhã, é que pus a circular esta petição:

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1300
De Sara Revoredo a 17 de Abril de 2010 às 17:23
Já agora, tenho uma pergunta: qual o vosso entender sobre a proposta de uma lei que imponha a guarda conjunta dos filhos, haja ou não entendimento entre os pais?
De Lídia Soares a 21 de Abril de 2010 às 18:38
Vou sempre passando por aqui na esperança que surja o anúncio duma nova obra de Fernando Cardoso. Os hábitos de leitura perderam-se nas camadas mais jovens e as obras que o mercado disponibiliza não são suficientemente apelativas para preencherem esta grave lacuna. Também as obras traduzidas de autores estrangeiros pecam por se distanciarem dos nossos valores e da nossa identidade que, pese embora o mundo globalizado em que vivemos, têm uma distintividade que devemos conservar. Assusta-me a perspectiva duma padronização que nos empobrece, do ponto de vista humano e do ponto de vista estético, e que conduz à indiferença, tão característica das sociedades modernas, causadora da depressão e das fugas para o desvio e até para o suicídio. A prevenção começa nas camadas mais jovens. Começa pelas leituras formativas que a escola e as bibliotecas devem disponibilizar.
Portugal tem tradições e uma cultura própria que não podemos deixar morrer. Escritores como Fernando Cardoso são imprescindíveis para o enriquecimento e preservação do nosso património cultural.
Faço pois um apelo aos visitantes que passam pelas páginas de Fernando Cardoso: ao invés de elogios publiquem extractos da sua obra e divulguem-na. Esta será a melhor forma de lhe mostrarmos o nosso apreço e, simultaneamente, prestarmos um serviço cívico à nossa realidade portuguesa.
De Adoa Coelho a 28 de Julho de 2010 às 21:44
Eu tenho o "Flores para crianças" e o "Novas Flores para crianças"!

Muito obrigada por tudo o que fez por mim enquanto criança! Ajudou-me a sonhar e a ver um Mundo lindo!

Adoa
De lia matos a 14 de Janeiro de 2011 às 01:06
Nao e por acaso que se eu pude-se pedir um desejo a lampada magica de aladim....pediria simplesmente que me devolve-se a mente, coracao, audacia e liberdadade de quando era crianca. Em suma pediria que me devolve-se a mim , o meu eu, imcorrompido e incondicionalisado por preconceitos ou regras da comunidade ou sociedade.
De Iatamyra Rocha a 5 de Fevereiro de 2011 às 22:55
Parabéns Fernando pelo trabalho árduo mas de imensa contribuição para o futuro da humanidade;e que que no mundo teu exemplo seja seguido,nas novas gerações de escritores..Bjs...
De MARIA a 8 de Fevereiro de 2011 às 15:35
Sem dúvida valoroso o seu pensamento, como todo este espaço a que com muito gosto tive oportunidade de aceder e que continuarei a acompanhar.

Comentar post

.Fernando Cardoso


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

.Hora

.Visitas

www.reliablecounter.com
mastering studios

.links

blogs SAPO